1. O que é a scar-id store?
scar-id store é uma loja de design independente, sediada no Porto,  direccionada para a internacionalização do design português de autor. Vende e comunica uma selecção de produtos com base na exclusividade, inovação e identidade, nas áreas do design de moda, acessórios, mobiliário e produto.
Entre uma loja e uma galeria, a scar-id apresenta uma cuidada selecção de pequenas colecções, edições limitadas e peças únicas de design global.
Localizada numa antiga mercearia dos anos 50 no bairro artístico do Porto, scar-id é também um laboratório de produto, um atelier de arquitectura e um estúdio de fotografia.
 
2. Para quem?
O cliente que visita a scar-id store (ou scar-id.com) procura um produto ou uma ideia que o faça sentir melhor, que contribua para a construção da sua identidade, que cumpra o seu estilo de vida e o faça sonhar.
Pode ser uma peça de roupa ou um colar, uma cerâmica ou um móvel para casa, um projecto de interiores ou uma ideia.
O cliente scar-id é esclarecido e informado sobre o design, ou um curioso interessado em descobrir e conhecer.
É português mas tem sido sobretudo internacional, que descobre uma outra linha de produtos portugueses de relação global que por vezes não tinha conhecimento.
Não existe um cliente-tipo mas a soma de todos os clientes individuais.
 
3. O que se encontra?
Uma selecção de produtos de criadores portugueses emergentes nas áreas da moda, acessórios, joalharia, interiores ou skincare.
Criatividade, inovação, qualidade, desenho, contemporaneidade e estilo de vida.
Um cenário minimal onde o produto e os criadores são os protagonistas.
Um espaço para comprar aquela peça que vai contribuir para sua identidade ou simplesmente um sítio para vir descobrir um produto ou uma ideia nova.
 
4. Quem gere?
Somos independentes, movidos pelo interesse em apresentar a cada dia uma scar-id melhor.
Simultaneamente, ir de encontro às expectativas dos clientes e apresentar-lhe uma selecção de produtos cada vez mais interessante de forma a proporcionar-lhe um número maior de hipóteses na construção da sua identidade.
 
5. Os produtos mudam?
A maioria dos produtos que vendemos são seleccionadas pelo seu carácter intemporal. Podem ser usados para sempre.
Todas as peças são escolhidas por algum factor determinante: qualidade material, qualidade de desenho, intemporalidade, durabilidade, criatividade, inovação.
Daí ser natural encontrar os mesmos modelos por muito tempo na loja.
Por outro lado, também apostamos em peças únicas e edições limitadas, por isso é possível que muitas peças desapareçam rapidamente.
Aqui recai a importância de scar-id.com que permite não deixar fugir aquele produto especial.
Depois depende do consumidor determinar o tempo e uso de cada produto.
 
6. As marcas vão rodando?
Há marcas com quem trabalhamos desde o primeiro dia e com os quais vamos continuar a trabalhar pois acreditamos na coerência do seu percurso.
Estamos constantemente a adicionar novas marcas e produtos.
O interessante reside em ir descobrindo, apostando, seleccionando, filtrando, para progressivamente apresentar aos nossos clientes uma selecção consistente de produtos/criadores cada vez maior.
 
7. Como fazem a selecção de produtos?
A Pesquisa é a parte mais interessante. Descobrir produtos e criadores que por algum motivo diferenciador se destacam num mundo global já tão saturado.
Há demasiadas coisas a acontecerem, e o nosso trabalho é filtrar, seleccionar, promover e por vezes, provocar, para encontrar os melhores produtos para os nossos clientes.
E temos de gostar do produto, de outra forma não seriamos capazes de o apresentar aos consumidores.
 
8. Se eu não conheço a marca de uma peça, porquê comprá-la?
Primeiro, acreditamos que o cliente deve comprar um produto porque de alguma forma este o faz sentir bem, que contribui para o crescimento da sua identidade.
Na scar-id store gostamos que o nosso cliente comece a compreender a marca que está a usar.
As marcas são sempre desconhecidas até ao momento em que há um foco de mediatismo sobre elas.
Contudo, antes, as marcas têm de cumprir requisitos técnicos e estéticos.
Na scar-id store apenas apostamos em produtos e criadores que desenvolveram a base para dar o passo seguinte, e gostamos de ajudá-los nesse sentido.
Interessa-nos também passar para os nossos clientes a responsabilidade de serem também eles embaixadores da marca que adquiriram.
 
9. O Design Português está ao nível do internacional?
Claro. Há aqui duas questões interessantes.
A primeira, é que já se tornou indiscutível que o “made in Portugal” é de extrema qualidade. Uma grande percentagem das melhores marcas internacionais vêm produzir a Portugal e já não estamos a falar de custos, mas sim de qualidade.
A segunda questão é sobre linguagem conceptual. Vivemos num mundo global, a informação, a inspiração é a mesma em qualquer parte do mundo.
Desta forma, as bases podem ser as mesmas para os criadores nacionais e internacionais.
O próximo passo é a comunicação.
 
10. Devo comprar Português só porque é Português?
Claro que não. Na scar-id store, queremos que o cliente adquira uma peça pelo seu desenho.
A nacionalidade é o ponto seguinte e vem da consciência de cada um.
Nós vendemos design global.
 
11. Têm recentemente aparecido várias plataformas online, e outras lojas sobre criadores portugueses, agora é moda?
Gostamos de pensar que ajudámos a tornar um pouco mais mediático a questão dos jovens criadores.
Quando aparecemos em Dezembro de 2013 fomos a primeira loja online a apostar em  criadores emergentes e dos primeiros a exportar alguns dos nomes que trabalham connosco.
Assim, ficamos orgulhosos de termos podido inspirar outros.
Apostar em jovens criadores não é nenhuma moda. Será talvez o estado em que uma marca mais precisa de ajuda. Nós conseguimos dar à marca um ponto de venda, aconselhamento e alguma visibilidade mediática que elas precisam.
Vamos continuar a trabalhar para que a criatividade não seja uma moda mas algo necessário á sociedade.
 
12. Porque vendem Peças Únicas, e os Tamanhos?
Os criadores que representamos muitas vezes desenvolvem pequenas colecções de peças únicas ou edições limitadas com um número reduzido de tamanhos.
Pode ser um problema mas é também o que nos diferencia e torna especial.
Se a peça é única, muitas vezes resulta de uma experiência conceptual, uma tentativa de inovação ou apenas a necessidade do autor colocar outra visão no mercado.
Nós gostamos de pensar que há uma pessoa certa para cada peça única.
Pedimos sempre ao cliente que gostou de uma peça, que a experimente. Se não for o tamanho adequado então fazemos um trabalho paralelo entre o designer e o cliente para chegar ao modelo ideal.
Contudo, progressivamente, vamos tendo cada vez mais opções de tamanhos.
 
13. Porque têm peças de outras estações na loja?
Acreditamos no design, nas marcas e nos produtos, no percurso e na continuidade.
Interessa-nos mais o processo de criação e a qualidade do objecto.
Quando sentirmos que um produto fica desactualizado retiramos da loja.
Até lá, consideramos que a qualidade de uma peça não se esgota nos 6 meses da estação.
Não acreditamos nas tendências, nem nos interessam as novidades.
Para além disso, com o fluxo de viajantes internacionais que temos não queremos privar alguém que só vem hoje ao Porto de não conhecer o percurso de um designer só porque não acertou na estação certa.
 
14. O Preço das Peças é elevado?
O valor de uma peça é o que consideramos ser o valor justo; outra questão é se temos ou não oportunidade para pagar esse valor.
Nas peças que vendemos temos, naturalmente, em consideração apresentá-las a um preço competitivo de forma a que seja possível a sua aquisição. O preço final engloba o valor do trabalho do autor, a matéria-prima, a produção, o transporte, a comissão de venda da loja, o valor da marca do autor, o valor da marca da loja e os impostos.
O valor estará sempre relacionado com quantidades. Uma peça única ou uma pequena produção será sempre vendida a um valor mais elevado que uma produção em massa.
O que pode ser considerado um problema é também aquilo que nos torna únicos.
 
15. A scar-id faz saldos?
O conceito de saldos não nos interessa pois como vamos dizendo, as peças que seleccionamos não esgotam o seu uso em 6 meses. As peças únicas dificilmente terão saldos, pois é contraproducente ao conceito.
Por vezes fazemos promoções discretas, porque apesar de tudo há um sistema da moda estabilizado ao qual devemos respeito.
Se procura preços especiais, então convidamos a consultar as etiquetas, algumas peças podem estar em promoção.
 
16. Porquê no Quarteirão da Miguel Bombarda, agora acontece tudo na Baixa?
Houve recentemente um aumento de movimento na baixa do Porto, mas o que acontece por lá não tem tanto a ver connosco.
A zona da Miguel Bombarda é uma zona estabilizada da cidade, bem doseada entre comércio, restauração, habitação de portuenses, trabalhadores globais e viajantes, onde um conjunto de lojas e galerias  interessantes têm passado por cá ou estabelecido-se nos últimos anos.
Por isso fazia sentido estarmos aqui, a um passo do centro, mas numa zona estabilizada onde o nosso cliente tem tempo e espaço para trabalhar na sua identidade.
 
17. A scar-id é uma loja de nicho, exclusiva?
Trabalhamos para ser uma loja interessante onde todos os clientes possam sentir que podem encontrar a peça certa para eles.
Mas seguramente que o conceito de ´mainstream´ não é algo que nos interessa especialmente.
 
18. E online, funciona como na loja física?
Sim, a ideia da loja online estender para um cliente que não pode vir ao Porto, a mesma experiência que teria em loja.
Transmitir-lhe a confiança na compra, contar-lhe a história do produto e do seu criador.
Gostamos de acompanhar o cliente online no seu processo de compra. Saber o seu feedback quando recebe e continuar com ele, através de newsletters direccionadas para o criador que acabou de comprar.
Felizmente, muitos dos nossos clientes online são repetentes nas aquisições dos mesmos autores. Afinal, após um grande período de dúvida generalizada, as compras online sem a experiência inicial do tacto funcionam.
 
19. Mas se não gostar da peça, posso trocá-la ou devolvê-la?
Claro. Todo o processo online é apenas um extensão ou alternativa à loja física.
Se a peça recebida por um cliente não corresponde às expectativas, desde que volte nas mesmas condições, dentro do prazo, poderá ser trocada ou devolvida.
A loja física dá a confiança extra ao nosso cliente online.
 
20. O que podemos esperar da evolução da scar-id?
Por defeito profissional estamos constantemente a planear novos cenários futuros.
Mais do que dizer o que nos passa pela cabeça, preferimos apresentar uma ideia quando se torna real.
Fiquem atentos
 
21. O que faço para falar convoco?
Para qualquer dúvida ou sugestão, estamos disponíveis sempre em info@scar-id.com

Se quiser aparecer na loja, estamos de Segunda a Sábado, das 10h às 20h, ou em qualquer outra altura sob marcação.

Fundadores
Sílvia Pinto Costa (Lisboa, 1983) é Artista Plástica pela FBAUP. Antes de fundar a scar-id store trabalhou como fotógrafa de moda e de produto,foto-jornalista e professora.
André Ramos (Viseu, 1984) é Arquitecto pela FAUP. Começou por trabalhar em projectos de reabilitação urbana, nos últimos anos desviou-se para os interiores.
Com experiências completamente apostas à gestão e ao comércio, Sílvia e André descobrem diariamente novas formas de resolver os problemas que lhes apresentam, através de perspectivas diferenciadoras que relacionam o processo criativo e o produto,  com  o consumidor e a cultura contemporânea.